quinta-feira, 31 de outubro de 2019




A Solvabilidade traduz a capacidade de uma organização cumprir os seus compromissos a médio e longo prazo. O conceito de solvabilidade contrapõe-se ao de liquidez, assumindo este último uma visão de curso prazo e a solvabilidade uma perspetiva de médio-longo prazo.

A fórmula para calcular o rácio de solvabilidade é a seguinte:

Solvabilidade = capital próprio / passivo total

Numa perspetiva de médio e longo prazo, em caso de liquidação da empresa o capital próprio, será o que resta na empresa para este cumprir os seus compromissos com o pagamento das suas responsabilidades.

A solvabilidade traduz o risco que os credores de uma organização incorrem, através da comparação dos níveis de capital próprio investidos pelos sócios ou acionistas com os níveis de capitais próprios alheios aplicados pelos credores.

Se o rácio de solvabilidade for superior a 1, podemos considerar a entidade financeiramente estável. Um rácio de solvabilidade inferior a 1 indicia uma situação financeira vulnerável.

Quando a solvabilidade é superior a um, significa que o valor do capital próprio é superior ao passivo. Podemos considerar o risco da atividade reduzido, existindo uma margem de segurança para a atividade poder crescer e endividar-se.

Já quando a solvabilidade é inferior a um, significa que o valor do capital próprio não é suficiente para cobrir o valor do passivo. Tal situação leva-nos a concluir pela existência de um risco elevado para os credores, uma vez que o capital aplicado na atividade pelos sócios / acionistas não é suficiente para cobrir as responsabilidades da organização.

A regra do equilíbrio financeiro mínimo ocorre quando a solvabilidade é igual a um. Neste caso o capital próprio é igual ao passivo total.

O rácio de solvabilidade encontra o complemento no rácio de endividamento. Está rácio será tema de uma próxima dica CERTFORM.


Referências bibliográficas:

Brealey, R.A., Meyers, S.C. & Allen, F. (2007). Princípios de Finanças Empresariais (8ª Edição). Lisboa: McGraw Hill.
Empreendipédia, Dicionário de Educação para o Empreendedorismo (1ªEdição Fevereiro de 2019), gradiva









Cursos relacionados onde de uma forma prática e de um modo pragmático e objetivo  são estudadas as demonstrações financeiras previstas no SNC




Curso Prático de Contabilidade e Fiscalidade c/ Informática Aplicada de Acordo com o SNC – Curso Reconhecido pela OCC – 72 Créditos – Lisboa 5 Janeiro - Porto 2 Novembro - Coimbra 27 Novembro


Mini-MBA Finanças Empresariais e Fiscalidade Aplicada – Lisboa 22 Janeiro 2020 e Porto 9 Novembro


Mini-MBA Alta Performance e Gestão de Negócios – Porto 25 Janeiro 2020

Curso Prático de Análise Económica e Financeira de Empresas c/ Informática Aplicada - Curso Reconhecido pela OCC – 54 Créditos – Lisboa 11 Janeiro 2020 e Porto 16 Novembro

Curso Prático de Excel para Financeiros, Gestores e Contabilistas - Curso Reconhecido pela OCC – 36 Créditos – Lisboa 14 Janeiro 2020 e Porto 13 Novembro

Curso Prático de Controlo de Gestão, Contabilidade de Custos e Orçamental - Curso Reconhecido pela OCC – 36 Créditos – Lisboa 9 Novembro e Porto 26 Outubro


Curso de Especialização em Contabilidade e Fiscalidade – Avançado - Curso Reconhecido pela OCC – 45 Créditos - Porto 25 Janeiro 2020

Curso Prático de Elaboração e Análise de Projetos de Investimento - Porto 11 Novembro



0 comentários:

Publicar um comentário

Follow me on Twitter!