sábado, 8 de agosto de 2020


CERTFORM é uma Entidade de Educação e Formação certificada em 13 áreas de formação pela DGERT, que iniciou a sua atividade em Fevereiro de 1999.

Em 21 anos de actividade (e já com mais 400 000 horas de formação ministradas), a CERTFORM afirma-se hoje como uma Entidade de referência no domínio da formação em Portugal, colocando à disposição um conjunto de Cursos Certificados, com conteúdos programáticos interessantes, úteis e de grande aplicabilidade prática, ministrados por formadores competentes e com vasta experiência formativa.


Investir na sua formação é investir no seu futuro!


Para além dos Cursos ministrados em modalidade presenciala CERTFORM desenvolve também as modalidades de formação e-learning e live streaming.


- Na modalidade de formação e-learning ou online, o formando aprende ao seu ritmo, com flexibilidade de horários, e pode sempre recorrer ao chat e/ou email para colocar questões ao formador. Os formadores respondem com brevidade às dúvidas colocadas. O formando escolhe também o dia em que pretende iniciar a formação.


Nesta modalidade de Formação E-Learning ou online, a CERTFORM desenvolve os seguintes Cursos de Formação:


- Curso Prático de Contabilidade e Fiscalidade c/ Informática Aplicada (sage) – com 50 horas;


- Curso Prático de Gestão Fiscal – IRS, TSU, IVA, IRC e EBF – com 40 horas;


- Curso Prático de IRC (Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas) – com 25 horas;


- Curso Prático de Fiscalidade - IVA – E-LEARNING – com 20 horas;


- Curso Prático de Contabilidade e Finanças Empresariais – com 40 horas;


Página de cursos E-Learning


- Curso Prático de Fiscalidade – Impostos Diferidos – com 20 horas;


- Curso Breve Fiscalidade – OGE 2020 – com 10 horas;


- Curso Prático de Direito do Trabalho – com 20 horas;


- Curso Prático de Processamento de Salários, IRS e Segurança Social c/ Informática Aplicada – com 25 horas;


- Curso Prático de Vendas e Negociação – com 20 horas;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Gestão da Qualidade (ISO 9001:2015) – com 40 horas;


- Curso Prático de Gestão do Tempo e Produtividade (gtd, 5s´s, Kaizen) – com 20 horas;


- Curso Prático de Organização e Gestão de Eventos – com 20 horas;


- Curso Prático de E-MAIL MARKETING – com 20 horas;


- Mini-MBA Gestão Comercial, Marketing e Vendas Para o Alto Desempenho – com 50 horas;


- Curso de Higiene e Segurança Alimentar – HACCP – com 40 horas.


Página de cursos E-Learning


 

-  Na modalidade de formação em live streaming tudo funciona em tempo real, a interação entre o formador e os formandos acontece em direto ou ao vivo. Para se fazer um live streaming é necessária uma ligação à internet, um computador, uma câmara web e um microfone, que permite enviar e receber som e imagem. Atualmente a maioria dos dispositivos que utilizamos já têm incorporado câmara e som.


Nesta modalidade de Formação live streaming, a CERTFORM desenvolve os seguintes Cursos de Formação:


- Curso Prático de Organização e Gestão de Eventos – previsto iniciar no dia 9 de Setembro, a decorrer às segundas e quartas das 19h às 22h30, durante 6 sessões, com o total de 21 horas de formação;


- Mini-MBA em Gestão do Marketing Digital – previsto iniciar no dia 12 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 12 sábados, com o total de 48 horas de formação;


- Curso Prático de Excel para Financeiros, Gestores e Contabilistas - previsto iniciar no dia 16 de Setembro, a decorrer às quartas-feiras das 19h30 às 22h30, durante 8 quartas-feiras, com o total de 24 horas de formação;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Gestão da Qualidade e Auditorias Internas – previsto iniciar no dia 17 de Setembro, a decorrer às terças e quintas das 19h30 às 22h30, durante 13 sessões, com o total de 40 horas de formação;


- Mini-MBA em Finanças Empresariais e Fiscalidade Aplicada – previsto iniciar no dia 19 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 5 sábados em formato Live Streaming, e as restantes 7 sessões em formato E-Learning, com o total de 48 horas de formação;


- Curso de Higiene e Segurança Alimentar – HACCP – previsto iniciar no dia 19 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 10 sábados, com um total de 40 horas de formação;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Coaching, Liderança, Motivação e Gestão de Equipas – previsto iniciar no dia 23 de Setembro, a decorrer às segundas e quartas das 19h30 às 22h30, durante 10 sessões, com um total de 30 horas de formação;


- Curso de Programação Neurolinguística (PNL) para o Alto Desempenho – previsto iniciar no dia 24 de Setembro, a decorrer às terças e quintas das 19h30 às 22h30, durante 10 sessões, com o total de 30 horas de formação;


- Curso Prático de Controlo de Gestão, Contabilidade de Custos e Orçamental – previsto iniciar no dia 26 de Setembro, a decorrer aos sábados das 14h30 às 17h30, durante 8 sábados, com o total de 24 horas de formação.


Página de cursos E-Learning


 

É esta a oferta formativa que temos disponível na CERTFORM nos formatos E-Learning e live streaming.

Poderá consultar o conteúdo programático dos Cursos no nosso site: www.certform.pt

Para qualquer esclarecimento ou para fazer a sua inscrição, poderá contactar diretamente a CERTFORM, através do telefone 22 606 64 42 ou do e-mail: secretaria.certform@gmail.com



Estamos à vossa disposição! Aposte na sua formação! Aposte em si!



quinta-feira, 6 de agosto de 2020




Neste artigo é analisado e essencial do novo decreto-lei 46-A – “apoio à retoma progressiva”



Elaborado para suceder ao "lay off simplificado", o "apoio extraordinário à retoma progressiva" destina-se às empresas que, já não estando encerradas por imposição legal, ainda não consigam regressar à normalidade. 

De acordo com o Ministério do Trabalho, este novo regime serve dois propósitos. Por um lado, “incentivar a retoma da atividade económica” das empresas em situação de crise por causa da pandemia de coronavírus. E por outro, “promover a progressiva convergência da retribuição dos trabalhadores abrangidos para os 100% do seu salário“. Daí que, no quadro deste regime, já não seja possível suspender os contratos de trabalho, mas apenas reduzir os horários dos trabalhadores, consoante a quebra de faturação das empresas. 

A partir de agosto, o lay-off simplificado ficará disponível apenas para as empresas encerradas por imposição legal. Os demais empregadores que ainda não consigam regressar à normalidade têm duas opções: ou aderem ao lay off tradicional ou recorrerem ao “apoio à retoma progressiva”

Esse último regime aplica-se aos empregadores privados (incluindo os do setor social), que tenham sido afetados pela pandemia de coronavírus e que, por isso, estejam em crise empresarial. Para acederem ao apoio à retoma progressiva, têm assim de registar quebras de faturação de, pelo, menos 40% no mês civil completo imediatamente ao pedido face: 

  • ou ao mês homólogo. 
  • ou à média mensal dos dois meses anteriores ao pedido. 
  • ou ainda à média da faturação mensal entre o início da atividade e o penúltimo mês completo anterior ao mês do pedido. 

Os empregadores que queiram aderir a este regime têm, além disso, de ter a sua situação regularizada na Segurança Social e na Autoridade Tributária. 

Como podem os empregadores aderir a este novo apoio? 


De acordo com o decreto-lei 46-A, o acesso ao apoio à retoma progressiva é feito por via eletrónica através de um formulário próprio que será disponibilizado na Segurança Social Direta. 

Será pedido ao empregador, nesse âmbito, uma declaração sua e uma certificação do contabilista certificado que “atestem a situação de crise empresarial”, bem como uma listagem nominativa dos trabalhadores abrangidos, respetivos número de Segurança Social, valores de retribuição normal ilíquida e a indicação da redução dos horários, em termos médios mensais. 

De notar que o requerimento produz efeitos no mês de submissão. Ainda assim, em setembro, os empregadores podem pedir, excecionalmente, a ajuda em causa para agosto. 

“O apoio extraordinário à retoma progressiva de atividade e respetivas prorrogações são tramitados de forma automatizada”. 

O empregador pode reduzir os horários dos trabalhadores? 


Os empregadores que adiram ao apoio à retoma progressiva podem reduzir o período normal de trabalho (PNT) de todos ou de alguns dos seus trabalhadores, consoante a quebra de faturação registada. 

Assim, entre agosto e setembro, as empresas com quebras iguais ou superiores a 40%, mas inferiores a 60%, poderão reduzir os horários em 50%; E entre outubro e dezembro, em 40%. 

Já as empresas com quebras acima de 60% poderão cortar os horários em 70%, entre agosto e setembro, e 60%, entre outubro e dezembro. 

O decreto-lei 46-A nota que a redução do PNT é “aferida em termos médios, por trabalhador, no final de cada mês, com respeito pelos limites máximos do PNT diário e semanal previstos no Código do Trabalho”. 

E para concretizar a redução dos horários é ainda preciso preencher uma outra condição: “O empregador comunica, por escrito, aos trabalhadores a abranger pela respetiva decisão, a percentagem de redução por trabalhador e a duração previsível de aplicação da medida, ouvidos os delegados sindicais e comissões de trabalhadores, quando existam, podendo o empregador fixar um prazo para pronúncia destes, nunca inferior a três dias úteis”. 

Ao contrário do que acontecia no quadro do lay-off simplificado, ao abrigo do apoio à retoma progressiva, não é possível suspender contratos de trabalho. 

Que parte do salário recebem os trabalhadores? 

Os trabalhadores abrangidos pelo apoio à retoma progressiva têm direito a: 

  • 100% do vencimento normal relativo às horas trabalhadas, pagas na íntegra pelo empregador. A remuneração devida pelas horas trabalhadas é calculada com base no valor da retribuição horária. Nos casos em que as quebras de faturação das empresas sejam iguais ou superiores a 75%, a Segurança Social fica responsável também pelo pagamento de 35% do ordenado devido pela horas trabalhadas. 
  • Dois terços do vencimento normal referente às horas não trabalhadas, em agosto e setembro. Essa fatia sobe para quatro quintos, entre outubro e dezembro. Neste caso, a Segurança Social paga 70% e o empregador fica responsável por 30%. A compensação paga pelas horas não trabalhadas tem como limite máximo o triplo do salário mínimo nacional, isto é, 1.905 euros. De notar que este apoio é transferido para o empregador, que faz chegar o valor total devido ao trabalhador (as duas componentes referidas) ao mesmo. 

Se a soma da retribuição das horas trabalhadas e da compensação das horas não trabalhadas for inferior a 635 euros, o valor dessa última parcela é aumentado “na medida do estritamente necessário de modo a assegurar” que o trabalhador recebe, pelo menos, o salário mínimo nacional. 

Entre agosto e setembro, os trabalhadores recebem, assim, no mínimo 77% da sua retribuição normal, e entre outubro e dezembro, 88%. 

De acordo com o decreto-lei 46-A, a retribuição líquida que serve de base a estes cálculos inclui o “conjunto das componentes remuneratórias regulares normalmente declaradas à Segurança Social e habitualmente pagas ao trabalhador; Isto é: 

  • Remuneração base. 
  • Prémios mensais. 
  • Subsídios regulares mensais, incluindo de trabalho por turnos. 
  • Subsídio de refeição, nos casos em que este integra o conceito de retribuição 
  • Trabalho noturno. 

“Considera-se regular quando o trabalhador a tenha recebido em pelo menos dez meses, no período compreendido entre março de 2019 e fevereiro de 2020, ou em proporção idêntica no caso de o trabalhador estar vinculado ao empregador há menos de 12 meses”, explica o diploma já mencionado. 


Há apoios especiais para as empresas mais afetadas? 


As empresas com quebras de faturação iguais ou superiores a 75% têm direito a um apoio adicional. Neste caso, a Segurança Social fica responsável também pelo pagamento de 35% do vencimento devido pela horas trabalhadas, além de 70% da fatia variante do ordenado referente às horas não trabalhadas. 

No total, o empregador poderá receber até 1.905 euros da Segurança Social. Ou seja, a soma do apoio adicional e da comparticipação na compensação referente às horas não trabalhadas não pode ultrapassar o valor de três vezes o salário mínimo nacional. 

Os empregadores continuam a pagar as contribuições sociais? 


No quadro do apoio à retoma progressiva, está prevista a isenção total ou a dispensa parcial do pagamento das contribuições para a Segurança Social. Esse “bónus” só se aplica, contudo, à compensação referente às horas não trabalhadas, ou seja, o empregador paga a 100% as contribuições sociais relativas ao vencimento devido pelas horas trabalhadas. 

“Nos termos do artigo 9.º do Decreto-Lei n.º 46-A/2020, a isenção ou dispensa parcial do pagamento de contribuições aplica-se à compensação retributiva, não abrangendo as horas trabalhadas”, 

No caso das horas não trabalhadas, está determinado que as micro, pequenas e médias empresas beneficiarão da isenção total das contribuições, entre agosto e setembro, e terão um desconto de 50%, entre outubro e dezembro. Já as grandes empresas beneficiarão de um desconto de 50% das contribuições entre agosto e setembro, ficando obrigadas a fazer o pagamento na íntegra, a partir de outubro.” 

“A isenção total ou a dispensa parcial do pagamento de contribuições prevista no presente artigo é reconhecida oficiosamente“, explica o decreto-lei 46-A. 

Qual é a duração do apoio extraordinário à retoma progressiva? 

O apoio à retoma progressiva tem a duração de um mês, sendo renovável mensalmente até ao final de dezembro de 2020. Ou seja, no máximo, as empresas poderão beneficiar desta ajuda durante cinco meses. 


Os empregadores podem, de resto, entrar e sair deste regime, quando quiserem, sem que tal prejudique a possibilidade de prorrogarem o mesmo; Isto é, o apoio pode ser requerido em meses interpolados. 

A cessação do regime é feita através da Segurança Social Direta, num formulário próprio que ainda será disponibilizado. 

Os empregadores que adiram ao apoio podem fazer despedimentos? 

Tal como no lay-off simplificado, ao abrigo do apoio à retoma progressiva, os empregadores ficam proibidos de fazer cessar contratos de trabalho por despedimento coletivo, despedimento por extinção do posto de trabalho ou despedimento por inadaptação. Isto durante o período em que beneficiarem deste regime e até 60 dias após. 

Por outro lado, o empregador pode admitir novos trabalhadores, exceto se para o preenchimento de um posto de trabalho que poderia ser assegurado por outro trabalhador cujo horário esteja cortado, e pode renovar os contratos a termo, bem como convertê-los em contratos por tempo indeterminado. 

É possível acumular o apoio à retoma com o lay-off? 

O apoio à retoma progressiva não pode ser gozado em simultâneo com o lay-off simplificado nem com o lay-off tradicional. Além disso, as empresas que peçam o incentivo à normalização da atividade não podem aceder a este novo regime. 

Ainda assim, se e quando deixar de beneficiar do apoio à retoma progressiva, o empregador pode aderir ao lay-off tradicional, que prevê a possibilidade de suspender os contratos de trabalho ou reduzir os horários, bem como garante um maior apoio para o pagamento das remunerações. 

Este novo regime é, por outro lado, cumulável com um plano de formação aprovado pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional. A formação deverá acontecer dentro do período normal de trabalho, mas fora da prestação efetiva de trabalho, e garante uma bolsa de 131,64 euros (30% do Indexante dos Apoios Sociais), destinada em partes iguais ao empregador e ao trabalhador. 

Fonte: eco.sapo.pt, Isabel Patrício (Redatora) 




Cursos relacionados onde de uma forma prática e de um modo pragmático e objetivo  são estudadas e analisadas estas matérias:


- Curso Prático de Direito do Trabalho – E-LEARNING 


- Curso Prático de Processamento de Salários, IRS e Segurança Social c/ Informática Aplicada - E-LEARNING



terça-feira, 4 de agosto de 2020





O contrato de renting, no seu essencial, reconduz-se ao conceito de locação operacional, na medida em que confere ao locatário a possibilidade de usar um bem em regime de aluguer, portanto sem adquirir a respetiva propriedade, comprometendo-se a pagar uma renda, na qual podem ser incluídos serviços relacionados com o uso corrente do bem. 

É conferido ao contrato de renting o mesmo tratamento fiscal, em sede de IRC e IVA, aplicável à locação operacional de bens, sendo as rendas reconhecidas como gastos no período a que respeitam, bem como, em princípio, é aplicável a respetiva dedutibilidade do IVA suportado nas rendas (desde que o bem não esteja consagrado no artigo 21.º do CIVA - Exclusões do direito à dedução).

VANTAGENS DO CONTRATO DE LOCAÇÃO OPERACIONAL - RENTING


O contrato de renting contempla diversas vantagens, que, de forma sucinta, passamos a enumerar:

Pode transferir para o locatário os benefícios das economias de escala obtidas pelo locador, permitindo o acesso aos bens a preços mais competitivos;


Grande flexibilidade na adaptação das condições do contrato de renting às necessidades específicas de cada locatário, designadamente pela possibilidade de alteração do prazo e serviços adicionais contratados;


O acesso a bens em regime de locação operacional, não exige a afetação de recursos próprios do locatário, nem de endividamento específico, o que significa que o renting não figura no balanço do locatário, não influenciando, portanto, os seus rácios de endividamento e possibilitando:

  • a melhoria do cashflow e a liquidez;
  • a previsibilidade de fluxos de pagamento;
  • a libertação das linhas de crédito;
  • a inexistência da necessidade de investimento inicial;

Quando estão em causa bens que implicam gastos de manutenção ou de reparação muito variáveis, bens com alto grau de obsolescência ou, ainda, bens dos quais o locatário não se pode ver privado, mesmo em caso de avaria, o renting apresenta-se como a solução ideal, proporcionando ao locatário:

  • uma melhoria da sua imagem corporativa, pois permite uma rápida substituição dos bens obsoletos por bens que incorporam as mais recentes alterações tecnológicas;
  • uma melhor utilização dos bens, mediante a inclusão no contrato dos serviços necessários ao normal e corrente funcionamento dos mesmos;
  • um melhor controlo dos gastos, cabendo ao locador suportar os encargos com conservação e reparação dos bens;
  • uma resposta adequada aos desafios criados pela constante evolução tecnológica através de ciclos de renovação mais curtos;
  • a garantia da continuidade da atividade em caso de avaria, por via da substituição dos bens avariados durante o período de reparação, não penalizando a produtividade da estrutura;
  • uma diminuição dos gastos administrativos.

DESVANTAGENS DO CONTRATO DE LOCAÇÃO OPERACIONAL – RENTING


O contrato também pode acarretar desvantagens, como a seguir se esclarece:

• O renting não pressupõe a propriedade do bem objeto do contrato, pelo que, regra geral, não estando contemplada a opção de compra, o bem pode ficar na propriedade do locatário, salvo quando este acorda preço de compra em concorrência com o mercado.

• No contrato de renting são fixados limites de utilização, temporais e físicos, os quais, se ultrapassados, podem implicar um gasto adicional.

• A possibilidade de cancelamento antecipado do seu vencimento implica uma penalização definida contratualmente, geralmente elevada.

Quando o contrato inclui a possibilidade de adquirir a propriedade em final do período de locação, o preço fica pendente de avaliação, em geral de preço de mercado a declarar pelo locador. A fixação prévia de valor e condições pode implicar a qualificação da locação como financeira.

Exemplo de Contabilização  Locação Operacional

S/ Fatura n.º 3567 – 10 de Agosto de N, relativa ao contrato de renting relativo à viatura de transporte de mercadorias XX-YY-PP. Aluguer mensal 600,00 aos quais acresce IVA à taxa normal.

Data

Descrição

Debitar

Creditar

Valor

10/08/N

Reconhecimento do aluguer mensal

6261--

 

600,00

 

IVA Dedutível – OBS – taxa normal

2432--

 

138,00

 

Pagamento mensal do aluguer da viatura  

 

121

738,00

 


 

Fonte: O Informador Fiscal








Conheça os cursos relacionados onde de uma forma prática e de um modo pragmático e objetivo  são estudadas e analisadas estas matérias:

Curso Prático de Contabilidade e Fiscalidade c/ Informática Aplicada - E-Learning

Curso Prático de Contabilidade e Finanças EmpresariaisE-Learning

Mini-MBA em Finanças Empresariais e Fiscalidade Aplicada - Live Streaming

Curso Prático de Excel para Financeiros, Contabilistas e GestoresLive Streaming

sábado, 1 de agosto de 2020




A CERTFORM é uma Entidade de Educação e Formação certificada em 13 áreas de formação pela DGERT, que iniciou a sua atividade em Fevereiro de 1999.


Em 21 anos de actividade (e já com mais 400 000 horas de formação ministradas), a CERTFORM afirma-se hoje como uma Entidade de referência no domínio da formação em Portugal, colocando à disposição um conjunto de Cursos Certificados, com conteúdos programáticos interessantes, úteis e de grande aplicabilidade prática, ministrados por formadores competentes e com vasta experiência formativa.


Investir na sua formação é investir no seu futuro!


Para além dos Cursos ministrados em modalidade presencial, a CERTFORM desenvolve também as modalidades de formação e-learning e live streaming.


- Na modalidade de formação e-learning ou online, o formando aprende ao seu ritmo, com flexibilidade de horários, e pode sempre recorrer ao chat e/ou email para colocar questões ao formador. Os formadores respondem com brevidade às dúvidas colocadas. O formando escolhe também o dia em que pretende iniciar a formação.


Nesta modalidade de Formação E-Learning ou online, a CERTFORM desenvolve os seguintes Cursos de Formação:


- Curso Prático de Contabilidade e Fiscalidade c/ Informática Aplicada (sage) – com 50 horas;


- Curso Prático de Gestão Fiscal – IRS, TSU, IVA, IRC e EBF – com 40 horas;


- Curso Prático de IRC (Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas) – com 25 horas;


- Curso Prático de Fiscalidade - IVA – E-LEARNING – com 20 horas;


- Curso Prático de Contabilidade e Finanças Empresariais – com 40 horas;


Página de cursos E-Learning


- Curso Prático de Fiscalidade – Impostos Diferidos – com 20 horas;


- Curso Breve Fiscalidade – OGE 2020 – com 10 horas;


- Curso Prático de Direito do Trabalho – com 20 horas;


- Curso Prático de Processamento de Salários, IRS e Segurança Social c/ Informática Aplicada – com 25 horas;


- Curso Prático de Vendas e Negociação – com 20 horas;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Gestão da Qualidade (ISO 9001:2015) – com 40 horas;


- Curso Prático de Gestão do Tempo e Produtividade (gtd, 5s´s, Kaizen) – com 20 horas;


- Curso Prático de Organização e Gestão de Eventos – com 20 horas;


- Curso Prático de E-MAIL MARKETING – com 20 horas;


- Mini-MBA Gestão Comercial, Marketing e Vendas Para o Alto Desempenho – com 50 horas;


- Curso de Higiene e Segurança Alimentar – HACCP – com 40 horas.


Página de cursos E-Learning


 Na modalidade de formação em live streaming tudo funciona em tempo real, a interação entre o formador e os formandos acontece em direto ou ao vivo. Para se fazer um live streaming é necessária uma ligação à internet, um computador, uma câmara web e um microfone, que permite enviar e receber som e imagem. Atualmente a maioria dos dispositivos que utilizamos já têm incorporado câmara e som.


Nesta modalidade de Formação live streaming, a CERTFORM desenvolve os seguintes Cursos de Formação:


- Curso Prático de Organização e Gestão de Eventos – previsto iniciar no dia 9 de Setembro, a decorrer às segundas e quartas das 19h às 22h30, durante 6 sessões, com o total de 21 horas de formação;


- Mini-MBA em Gestão do Marketing Digital – previsto iniciar no dia 12 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 12 sábados, com o total de 48 horas de formação;


- Curso Prático de Excel para Financeiros, Gestores e Contabilistas - previsto iniciar no dia 16 de Setembro, a decorrer às quartas-feiras das 19h30 às 22h30, durante 8 quartas-feiras, com o total de 24 horas de formação;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Gestão da Qualidade e Auditorias Internas – previsto iniciar no dia 17 de Setembro, a decorrer às terças e quintas das 19h30 às 22h30, durante 13 sessões, com o total de 40 horas de formação;


- Mini-MBA em Finanças Empresariais e Fiscalidade Aplicada – previsto iniciar no dia 19 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 5 sábados em formato Live Streaming, e as restantes 7 sessões em formato E-Learning, com o total de 48 horas de formação;


- Curso de Higiene e Segurança Alimentar – HACCP – previsto iniciar no dia 19 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 10 sábados, com um total de 40 horas de formação;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Coaching, Liderança, Motivação e Gestão de Equipas – previsto iniciar no dia 23 de Setembro, a decorrer às segundas e quartas das 19h30 às 22h30, durante 10 sessões, com um total de 30 horas de formação;


- Curso de Programação Neurolinguística (PNL) para o Alto Desempenho – previsto iniciar no dia 24 de Setembro, a decorrer às terças e quintas das 19h30 às 22h30, durante 10 sessões, com o total de 30 horas de formação;


- Curso Prático de Controlo de Gestão, Contabilidade de Custos e Orçamental – previsto iniciar no dia 26 de Setembro, a decorrer aos sábados das 14h30 às 17h30, durante 8 sábados, com o total de 24 horas de formação.


Página de cursos E-Learning

 

É esta a oferta formativa que temos disponível na CERTFORM nos formatos E-Learning e live streaming.

Poderá consultar o conteúdo programático dos Cursos no nosso site: www.certform.pt

Para qualquer esclarecimento ou para fazer a sua inscrição, poderá contactar diretamente a CERTFORM, através do telefone 22 606 64 42 ou do e-mail: secretaria.certform@gmail.com



Estamos à vossa disposição! Aposte na sua formação! Aposte em si!

sexta-feira, 24 de julho de 2020




CERTFORM é uma Entidade de Educação e Formação certificada em 13 áreas de formação pela DGERT, que iniciou a sua atividade em Fevereiro de 1999.

Em 21 anos de actividade (e já com mais 400 000 horas de formação ministradas), a CERTFORM afirma-se hoje como uma Entidade de referência no domínio da formação em Portugal, colocando à disposição um conjunto de Cursos Certificados, com conteúdos programáticos interessantes, úteis e de grande aplicabilidade prática, ministrados por formadores competentes e com vasta experiência formativa.


Investir na sua formação é investir no seu futuro!


Para além dos Cursos ministrados em modalidade presenciala CERTFORM desenvolve também as modalidades de formação e-learning e live streaming.


- Na modalidade de formação e-learning ou online, o formando aprende ao seu ritmo, com flexibilidade de horários, e pode sempre recorrer ao chat e/ou email para colocar questões ao formador. Os formadores respondem com brevidade às dúvidas colocadas. O formando escolhe também o dia em que pretende iniciar a formação.


Nesta modalidade de Formação E-Learning ou online, a CERTFORM desenvolve os seguintes Cursos de Formação:


 - Curso Prático de Contabilidade e Fiscalidade c/ Informática Aplicada (sage) – com 50 horas;


- Curso Prático de Gestão Fiscal – IRS, TSU, IVA, IRC e EBF – com 40 horas;


- Curso Prático de IRC (Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas) – com 25 horas;


- Curso Prático de Fiscalidade - IVA – E-LEARNING – com 20 horas;


- Curso Prático de Contabilidade e Finanças Empresariais – com 40 horas;


Página de cursos E-Learning


- Curso Prático de Fiscalidade – Impostos Diferidos – com 20 horas;


- Curso Breve Fiscalidade – OGE 2020 – com 10 horas;


- Curso Prático de Direito do Trabalho – com 20 horas;


- Curso Prático de Processamento de Salários, IRS e Segurança Social c/ Informática Aplicada – com 25 horas;


- Curso Prático de Vendas e Negociação – com 20 horas;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Gestão da Qualidade (ISO 9001:2015) – com 40 horas;


- Curso Prático de Gestão do Tempo e Produtividade (gtd,5s´s, Kaizen) – com 20 horas;


- Curso Prático de Organização e Gestão de Eventos – com 20 horas;


- Curso Prático de E-MAIL MARKETING – com 20 horas;


- Mini-MBA Gestão Comercial, Marketing e Vendas Para o Alto Desempenho – com 50 horas;


- Curso de Higiene e Segurança Alimentar – HACCP – com 40 horas.


Página de cursos E-Learning

 

-  Na modalidade de formação em live streaming tudo funciona em tempo real, a interação entre o formador e os formandos acontece em direto ou ao vivo. Para se fazer um live streaming é necessária uma ligação à internet, um computador, uma câmara web e um microfone, que permite enviar e receber som e imagem. Atualmente a maioria dos dispositivos que utilizamos já têm incorporado câmara e som.


Nesta modalidade de Formação live streaming, a CERTFORM desenvolve os seguintes Cursos de Formação:


- Curso de Higiene e Segurança Alimentar – HACCP – vai iniciar no dia 25 de Julho, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 10 sábados, com um total de 40 horas de formação;


- Curso de Gestão da Qualidade e Auditorias Internas – previsto iniciar no dia 30 de Julho, a decorrer às terças e quintas das 19h30 às 22h30, durante 12 sessões, com 40 horas de formação;


- Curso Prático de Organização e Gestão de Eventos – previsto iniciar no dia 9 de Setembro, a decorrer às segundas e quartas das 19h às 22h30, durante 6 sessões, com o total de 21 horas de formação;


Página de cursos E-Learning


- Mini-MBA em Gestão do Marketing Digital – previsto iniciar no dia 12 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 12 sábados, com o total de 48 horas de formação;


- Curso Prático de Excel para Financeiros, Gestores e Contabilistas - previsto iniciar no dia 16 de Setembro, a decorrer às quartas-feiras das 19h30 às 22h30, durante 8 quartas-feiras, com o total de 24 horas de formação;


- Mini-MBA em Finanças Empresariais e Fiscalidade Aplicada – previsto iniciar no dia 19 de Setembro, a decorrer aos sábados das 9h às 13h, durante 5 sábados em formato Live Streaming, e as restantes 7 sessões em formato E-Learning, com o total de 48 horas de formação;


Página de cursos E-Learning


- Curso de Coaching, Liderança, Motivação e Gestão de Equipas – previsto iniciar no dia 23 de Setembro, a decorrer às segundas e quartas das 19h30 às 22h30, durante 10 sessões, com um total de 30 horas de formação;


- Curso de Programação Neurolinguística (PNL) para o Alto Desempenho – previsto iniciar no dia 24 de Setembro, a decorrer às terças e quintas das 19h30 às 22h30, durante 10 sessões, com o total de 30 horas de formação;


- Curso Prático de Controlo de Gestão, Contabilidade de Custos e Orçamental – previsto iniciar no dia 26 de Setembro, a decorrer aos sábados das 14h30 às 17h30, durante 8 sábados, com o total de 24 horas de formação.

 

É esta a oferta formativa que temos disponível na CERTFORM nos formatos E-Learning e live streaming.

Poderá consultar o conteúdo programático dos Cursos no nosso site: www.certform.pt

Para qualquer esclarecimento ou para fazer a sua inscrição, poderá contactar diretamente a CERTFORM, através do telefone 22 606 64 42 ou do e-mail: secretaria.certform@gmail.com


Estamos à vossa disposição! Aposte na sua formação! Aposte em si!

Follow me on Twitter!